Jornalista "desmascara" policia de Benguela

Posted on Maio 27, 2016, 11:35 am
FavoriteLoadingAdd to favorites 2 mins
O Comunicado de Imprensa assinado pelo comandante provincial da Policia Nacional e delegado do Ministério do Interior em Benguela, Simão Tomás Queta, diz que a caravana de deputados da UNITA deslocou-se à comuna da Kapupa, sem aviso prévio às autoridades locais, o que originou desentendimentos com a população local. Reparem no que a Nota da Policia diz: “a contenda envolvendo os militantes da UNITA foi com a população local”, isentando desta forma o MPLA.[separator]

Nelson Sul d’Angola| Jornalista[separator]

Desta nota, duas perguntinhas:

Primeiro. Se, afinal de contas, a Policia já chegou a conclusão de que os “confrontos de quarta-feira” foi entre a população e os militantes da UNITA, porque razão a criação de uma comissão de inquérito?

Segundo: Como é possível, a delegação da UNITA, deslocar-se a Kapupa, sem comunicação prévia às autoridades locais, quando, a sua caravana estava a ser protegida por agentes da Policia Nacional? Outrossim, não será responsabilidade da administração municipal do Cubal/Governo de Benguela comunicar a administração da Kapupa, uma vez que, o Governo foi avisado da visita dos deputados da UNITA, que, foram antes recebidos pelo governador Isaac dos Anjos?

Apenas uma pequena nota.

A Policia angolana deve parar de estar ao serviço do MPLA. Afinal de contas, por definição, Polícia significa, em geral, a atividade do Estado destinada a assegurar a integridade física e patrimonial dos cidadãos, aplicando as leis e velando para que sejam respeitadas.

Portanto, Sr. Comdt Simão Queta, a sua obrigação e a da corporação que o senhor dirige, é servir o Estado – nós que pagamos os vossos salários- e não o MPLA.

Deixe seu comentario